Gatos felizes dentro de casa

A curiosidade pode expor os felinos a graves perigos.

da redação do Notícias da ARCA http://www.arcabrasil.org.br

A curiosidade natural do gato doméstico, que tanto nos diverte e motiva vídeos engraçados na internet, pode significar riscos para esse animal e até mesmo custar a sua vida.

Na verdade, esse tipo de comportamento faz parte do próprio desenvolvimento dos bichanos. Eles podem ficar horas a espreita de uma suposta presa ou se interessarem por um simples ramo que balança ao vento.

Donos de uma flexibilidade de fazer inveja a ginasta olímpico, se enfiam em espaços impossíveis. Predadores por excelência, adoram explorar a vizinhança, justamente onde, muitas vezes, mora o perigo.

A ARCA Brasil recebe muitos relatos dramáticos de envenenamentos, geralmente fatais, às vezes de dezenas de gatos de uma mesma família ou vizinhança. No mês de maio deste ano, a cidade de Ribeirão Preto (SP) registrou a morte de 35 felinos, deixados em uma mata, alguns em agonia, todos com indícios de terem sido envenenados. Invariavelmente, o ato é praticado de forma anônima, sem qualquer tentativa de diálogo, por alguém que provavelmente não gosta que esses animais entrem ou simplesmente rondem suas residências.

A prevenção mais eficaz é também a mais simples: manter os bichanos protegidos e dentro dos limites da residência. Para isso, as redes (*) são a melhor opção.

Os riscos mais comuns:

Envenenamento: geralmente praticado por vizinhos hostis (ex. criadores de pássaros), o veneno mais comum é conhecido como “chumbinho”, uma toxina altamente letal, comercializada ilegalmente no Brasil. Sua venda deve ser denunciada a ANVISA pelo e-mail ouvidoria@anvisa.gov.br. Leia mais em:

Perguntas Freqüentes – Chumbinho

Cuidado veneno!
Quedas: Gatos – em especial machos não castrados – costumam andar perigosamente em parapeitos de janelas e varandas, muitas vezes por sentir o cheiro e querer contato com outros animais. As quedas costumam ser graves ou fatais.

Atropelamento: causam fraturas, as mais comuns nos membros e coluna, muitas vezes são irreversíveis ou causam paralisia. Ferimentos em órgãos internos também podem levar o felino à morte.

Agressões: chutes, pedradas, pauladas são algumas das violências e crueldades praticadas contra gatos fora de suas casas.

Brigas: ocorrem com freqüência, especialmente entre machos não castrados. Podem causar lesões graves e até mesmo a morte, especialmente quando envolvem animais maiores, como cães.

Parasitas: pulgas, carrapatos, vermes e outros parasitas podem se alojar no gato que tem acesso às ruas. Isso pode trazer doenças para o animal e, em alguns casos, para os donos.